Prática regular de exercícios pode reduzir dores em idosos

11 / julho

Todos os profissionais de saúde recomendam a prática de atividade física em qualquer idade. Os benefícios dos exercícios físicos são enormes ao ser humano. O aumento da aptidão física evita doenças como problemas cardíacos, de peso, diabetes e até câncer, além de ajudar a regular o humor e a melhorar a autoestima.
A prática de exercício físico também ajuda a combater a depressão e a ansiedade. Por isso, é cada vez mais recomendado a mudança de um estilo de vida sedentário e a inclusão de atividades físicas regularmente. Situações de estresse e ansiedade estão cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas, e essas preocupações cotidianas prejudicam a saúde mental.
Uma pessoa que está sofrendo com problemas psicológicos tem mais dificuldade em lidar com desafios e mudanças do cotidiano com sabedoria e equilíbrio. Isso pode afetar sua saúde e convivência em sociedade. A saúde física, por sua vez, também é afetada pela falta de exercícios físicos.
Para estar em dia com a saúde física, é preciso manter um peso adequado, reduzir o consumo de álcool, evitar cigarros e, claro, praticar algum tipo de exercício físico.
Os benefícios da prática de exercícios físicos em idosos
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do brasileiro chegou a 76 anos, de acordo com a projeção de 2018.
Embora os números sejam positivos, o Brasil ainda enfrenta muitos desafios pela frente, como atingir a longevidade com qualidade de vida. Para isso, é necessário incluir a prática de atividades físicas em indivíduos que estejam na terceira idade.
Quando se fala dos benefícios de exercícios físicos para idosos, o resultado vai além do bem-estar: redução de risco de doenças cardíacas, osteoporose, diabetes, depressão e câncer, de acordo com o Ministério da Saúde.
A prática de exercícios físicos, tanto na academia quanto em locais ao ar livre, impactam o lado físico e emocional dos idosos, uma vez que, além de se exercitarem, ainda passam a interagir com outras pessoas.
Alguns exercícios específicos são recomendados para pessoas que se encontram na terceira idade. O pilates, por exemplo, fortalece a musculatura e melhora a parte motora e o equilíbrio. Para as pessoas da terceira idade, isso é fundamental, uma vez que, a partir dos 50 anos, a força muscular começa a decair significativamente.
A fisioterapia também é uma grande aliada para melhorar a qualidade de vida de idosos. Entretanto, é importante que as sessões de fisioterapia sejam realizadas de forma correta e com o auxílio de profissionais experientes e capacitados.
Fonte: Blog | Interfisio

Voltar